• Gaeco

Gaeco

01/03/2018

Policial militar é preso e mandados de busca e apreensão são cumpridos dentro da Operação Khao, que investiga tortura a adolescente

Um policial militar foi preso na manhã desta quinta-feira, 1º de março, em Castro, nos Campos Gerais, por posse de munição de uso restrito. A prisão foi feita por integrantes do núcleo de Ponta Grossa do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, durante a Operação Khao, que cumpriu mandados de busca e apreensão nas residências de dois policiais em Castro.

A ordem judicial para os mandados foi requerida pelo MPPR e expedida pela Vara da Auditoria da Justiça Militar de Curitiba, que recebeu denúncia contra os policiais pela prática do crime de tortura contra um adolescente. O crime ocorreu no início de fevereiro e foi filmado pelos próprios policiais, que compartilharam as imagens com outras pessoas.

Ao receber a denúncia, o Poder Judiciário também determinou o afastamento dos policiais militares de suas funções. O policial preso foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Castro.

Informações para a imprensa com:
Assessoria de Comunicação
Ministério Público do Paraná
(41) 3250-4249

Recomendar esta notícia via e-mail: